Southbound

The boom time it is over
A ghost town is all that’s left here
The gold rush it is over
And depression days draw near

Tonight after sundown
I’m going to pack my case
I leave without a sound
Disappear without a trace

I’m going southbound

Drifting like a drover
Chasing my career
From the ships docked in the harbour
New horizons will appear

Tumbling with the tumbleweed
Down the open road
Taking only what I need
Before my head explodes

I’m going southbound

Hey, you’re not getting any younger
The wild west has already been won
Northern lights are growing colder
And the old eastern ways are gone

Há cerca de um ou dois anos uma idéia tem se tornado cada vez mais forte em minha mente: a de viajar de bicicleta partindo de minha casa em São Paulo até Ushuaia (Argentina), que reivindica o título de “cidade mais austral do mundo”, com retorno pela famosa Carretera Austral (Chile), provavelmente passando por Santiago e então de volta ao Brasil. Sempre que ouço essa música do Thin Lizzy esse projeto me vem à mente, e vice versa.

A bicicleta não é novidade na minha vida, esteve sempre presente como lazer ou meio de transporte, geralmente os dois ao mesmo tempo, desde criança. Moro em São Paulo há exatos 10 anos e 8 dias e desenvolvi, como dizia o B.U.S.H., uma “relação de amor e ódio com esse lugar”. Apesar do trânsito agressivo e congestionado, uso sempre a bicicleta como meio transporte na cidade e nesses 10 anos fiz, junto a diversos amigos, inúmeras viagens de um dia, quase sempre até o litoral.

A primeira vez que escrevi uma publicação foi através e sobre o hardcore/punk: o zine Faca Cega, com 3 números e tiragem de cerca de 200 cópias xerox cada. Isso foi nos primeiros anos do milênio, quando a internet era algo bem mais mambembe no Brasil. Tentei reproduzir e prosseguir com o zine na internet algumas vezes, mas não dei continuidade.

A segunda vez será aqui nesse blog onde, sob a influência do espírito faça você mesmo que herdei do hardcore/punk, tentarei registrar minhas pequenas viagens (de bicicleta ou não), experiências, leituras e influências diversas que, acumuladas, possivelmente me levarão à concretização da idéia fixa de viajar de bicicleta até Ushuaia e voltar.

Felipe “Ruivo”

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Southbound

  1. Cara, esta música é simplesmente incrível. Eu curto bem o Thin Lizzy. Mas a paixão pelo pedal é mais… [ ]s

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s