Competições de longa distância: World Cycle Race e Transcontinental Race.

Enquanto preparo os relatos e fotos do Monte Roraima resolvi voltar para o assunto bicicleta por aqui. Eu não sou muito ligado em competições de ciclismo. Curto ver os filmes antigos sobre o Tour de France e o Giro d’Italia, mas não acompanho muito o negócio ao vivo hoje em dia. Acho interessante o lance do Audax Randonneurs e, embora pretenda fazê-lo um dia, nunca tentei participar e nem acompanhar.

No entanto, uns dias antes de viajar para o Monte Roraima me deparei com essa corrida ciclística ao redor do mundo onde o próprio participante faz sua rota e organiza sua logística, tudo acompanhado pelo Guiness Book, valendo o recorde. É uma competição de estratégia, resistência e autonomia.

A largada foi em 01/03/2014 e quem está na liderança é um underdog indiano. No site é possível acompanhar a rota e o desempenho atual dos competidores, veja mais aqui: http://worldcyclerace.com/

No mesmo espírito da corrida acima existe a Transcontinental Race, de Londres a Istambul. A Specialized tem um filme bem legal sobre a sua equipe na competição, a AWOL. Não vou fazer spoiler, mas a transformação que ocorre na equipe durante a corrida é interessante.

Quando assisti o filme percebi que a AWOL teria sido a bicicleta perfeita para eu comprar quando peguei a minha Specialized Tricross. A AWOL tem quadro de cromoly, com geometria voltada para o ciclismo de longas distâncias, exatamente como eu gosto de fazer. Na época eu não conhecia esse modelo da marca, e de qualquer maneira ele nunca esteve disponível no Brasil.

O filme da Specialized tem uma fotografia muito bonita e pode ser visto aqui abaixo. No site do Vimeo é possível ver em HD, e também encontrar as outras partes do filme. Essa é só a primeira. Recomendo demais, mesmo para quem não entenda inglês.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Competições de longa distância: World Cycle Race e Transcontinental Race.

  1. Outra competição interessante é a RAAM (Race Across America). Imagine atravessar os EUA de costa a costa em 7-8 dias. Limite de corte: 12 dias.

  2. Sim, é bem profissional. Tem equipes mais simples e outras até com nutricionista. Comecei a ler um pouco sobre a RAAM quando conheci o Claudio Clarindo, que participou de algumas edições na categoria solo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s